Sep 30, 2013

Por que o Mar Egeu se chama Mar Egeu

Um dia, Andrógeo, que era filho de Minos (Rei de Creta), foi às Olimpíadas e ganhou todos os prêmios, ridicularizando os atletas gregos. Então Egeu, rei de Atenas, excedeu-se e matou Andrógeo.

Ao saber do crime, Minos jurou vingar seu filho. Chegou a Atenas com toda a sua frota, tomou a cidade, saqueou-a totalmente e, como reparação, exigiu o envio anual de doze jovens vitimas para servir de refeição ao Minotauro.

É aí que se coloca o célebre episódio de Teseu, filho do rei de Atenas, oferecendo-se para ir a Creta matar o Minotauro e deste modo por fim ao massacre da juventude grega. Conhece-se a seqüência. Teseu chega a Cnossos, onde Ariana, filha de Minos se apaixona por ele. Propõe a Teseu ajudá-lo a vencer o Minotauro e sair do labirinto, com a condição de ele a levar e casar com ela depois da vitória. O jovem promete tudo, penetra no dédalo tendo na mão a extremidade do fio que Ariana desenrola na saída. Depois de ter morto o monstro, só tem de seguir o fio para encontrar a saída.

Podia terminar-se esta história como um conto de fadas, escrevendo que Teseu e Ariana casaram e tiveram muitos meninos… Infelizmente não foi esse o caso e tudo terminou em tragédia. Na volta, Teseu teve a fatalidade de fazer escala na ilha de Naxos. Aí vivia Dionísio, que também se apaixonou pela bela Ariana e a raptou para a levar para Limos. Deprimido pelo fim brutal do seu romance, Teseu voltou a Atenas; mas, prostado, esqueceu que havia combinado com o pai que em caso de vitória içaria velas brancas, ao invés das habituais velas negras. Assim parecia que o luto pesava sobre a nave quando foram prevenir o rei de Atenas do regresso do navio de seu filho. Egeu correu junto à Acrópole, viu as velas negras, julgou seu filho morto, e desesperado, lançou-se no mar que então tem o seu nome.


Comments